segunda-feira, Fevereiro 20, 2006

... Mais casos de VIOLÊNCIA MACABRA EM CABO VERDE ...

Aos poucos Cabo Verde vai retomando a normalidade a que habituamos nos últimos 5 anos ...

Finda as eleições, eis casos concretos que quer o Governo, quer a Presidência da República teimam em não QUERER VER.

Face à onda de criminalidade que assola e devasta o país, gostaríamos de ver a mesma eficiência que o actual partido do governo demonstrou ter nas últimas eleições legislativas e presidenciais.

O momento obriga uma tomada séria de posição de quem tudo fez para ganhar as eleições. É tempo de trabalhar. Medidas Urgem!

O tempo de campanha terminou. Cabe a quem ganhou
(legítima ou ilegitimamente) o direito e a obrigação de GOVERNAR o país!

Nos últimos 5 anos assistimos a toda a espécie de crimes em Cabo Verde, sem que nenhuma medida de fundo fosse tomada.

Os cabo-verdianos, que reforçaram a actual maioria com mais 1 deputado, exigem do Primeiro Ministro medidas concretas para fazer face a esses crimes horendos, que invariavelmente têm passado impunes. A nossa sociedade exige punição aos responsáveis por crimes tão hediondos.

Título de jornal:

(Mais um) Fim-de-semana trágico na cidade da Praia


UM MORTO POR ASFIXIA E OUTRO A TIRO
« A cidade capital continua cada vez mais insegura. O fim-de-semana foi trágico. Três cadáveres foram encontrados, sendo que dois deles indiciam violência criminosa: ao que tudo indica, segundo as autoridades sanitárias, um morto por asfixia e outro a tiro. A terceira vítima poderá ter sido de morte natural, já que testemunhas dizem que a vítima sofria de epilepsia

Praia, 20 Fevereiro - Pelo menos dois mortos é o resultado de mais um fim-de-semana manchado pela mão criminosa na cidade da Praia, capital do País. Um terceiro cadáver também foi encontrado no Paiol. Entretanto, tudo indica que esse cadáver, de um homem que aparenta uma idade acima dos 40 anos de idade, terá sido de morte natural. Testemunhas terão dado conta de que a vítima padecia de epilepsia. Até porque o cadáver não apresenta sinais de que tenha sido violentado.

Diferentes são os outros dois casos: a primeira vítima foi encontrada morta ontem, domingo, no Palmarejo, na capital do País, na ribeira junto à ETAR. Trata-se de Pantchol que era jogador da Académica da Praia. Neste caso, os sinais evidenciam existência de mão criminosa. Dizem as autoridades sanitárias que a causa provável da morte teria sido asfixia por estrangulamento. Um caso que já pára em mãos da Polícia Judiciária para desvendar o mistério.

Outro morto, também vítima de violência criminosa, foi encontrado em Tira-Chapéu, periferia da cidade da Praia. Ferimentos de arma de fogo no peito terão sido a causa da morte de mais esta vítima.»
(in: http://www.liberal-caboverde.com)

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home